O acidente de esqui que Angela Merkel sofreu no final do ano passado teve, afinal, um impacto «positivo» na saúde da chanceler alemã.

Segundo o «G1», a chefe do governo da Alemanha perdeu dez quilos nos quatro meses que se seguiram ao acidente, depois de ter começado a seguir uma dieta restrita de frutas e vegetais.

O jornal alemão «Bild» revelou as particularidades da dieta, que não terão nada de extraordinário, à parte da «determinação» da chanceler, que segue as recomendações médicas «à risca».

Primeiro, Angela Merkel passou por trocar as bolachas, presentes em todas as reuniões de Berlim, por frutas. Depois, substituiu os pãezinhos com linguiça e queijo, frequentes nas reuniões do seu partido, por cenouras, pimentos e alho-francês.

Segundo informaram fontes próximas ao «Bild», Merkel «é muito disciplinada» e até pediu para que os tais pãezinhos não sejam colocados ao seu alcance.