O milionário independente Andrej Kiska venceu no sábado as eleições presidenciais na Eslováquia, ao obter 59,4% dos votos, derrotando o primeiro-ministro, o social-democrata Robert Fico.

«Devolverei a confiança ao cargo presidencial», afirmou Kiska na sua primeira intervenção após conhecer os resultados, citado pela agência espanhola Efe.

O presidente eleito na segunda volta, de 51 anos, disse que cumprirá a promessa de «humanizar a política» e que será «presidente de todos os eslovacos, o que os unirá e motivará».