Andreas Pérez, um piloto de Moto3, morreu aos 14 anos depois de ter sido atropelado durante uma prova do Circuito de Barcelona-Catalunha no domingo. A notícia foi confirmada em comunicado pela equipa do piloto, Reale Avintia Racing, citado pela imprensa espanhola.

"Andreas Pérez foi internado com lesões cerebrais muito graves e pouco depois foi diagnosticada a morte cerebral. Apesar do seu coração continuar a bater e de muitos esforço, os médicos nada puderam fazer para lhe salvar a vida", pode ler-se no comunicado.

O jovem estava entre a vida e a morte depois de ter caído na prova de Moto3 de domingo. Andreas Perez competia na quarta ronda do Campeonato do Mundo Júnior quando se despistou e caiu na curva número seis do circuito catalão, tendo sido atingido por outros atletas e ficado gravemente ferido.

Após o acidente, o jovem espanhol ainda recebeu assistência médica na pista, mas foi rapidamente transferido de helicóptero para o Hospital de Sant Pau (Barcelona), no qual passou as últimas horas nos cuidados intensivos.

O piloto foi um dos destaques da última edição da Taça de Talentos Europeus, no ano passado, tendo alcançado a quarta posição na classificação geral, com duas vitórias e duas ‘pole positions’.

Esta época, Perez tinha sido promovido à categoria de Moto3, competindo no Campeonato do Mundo Júnior pela equipa espanhola Reale Avintia Academy.