O Governo das Honduras «está preparado» para receber nos próximos dias imigrantes nacionais, incluindo menores, deportados dos Estados Unidos, garantiu, este sábado, a primeira-dama do país da América Central, Ana García.

Em comunicado da Casa Presidencial, Ana García disse que nos próximos 15 dias vão chegar às Honduras dez voos semanais com hondurenhos, incluindo «imigrantes menores» que entraram ilegalmente nos Estados Unidos.

Para tal, a Comissão Permanente de Contingências (Copeco) das Honduras vai criar pelo menos três centros no país para receber os deportados, acrescentou.