Baloo é um urso preto americano. Leo é um leão africano. Shere Khan é um tigre de Benguela. À partida, três espécies com dificuldades de convivência, mas que são os melhores amigos no Noah's Ark Animal Shelter, em Locust Grove, no estado norte-americano da Georgia.

Os três tinham menos de um ano quando foram encontrados pela polícia, na cave de uma casa em Atlanta, nos Estados Unidos, em 2001. Estavam em condições desumanas. Os três animais bebé estava desnutridos e cravejados de parasitas.

Leo estava engaiolado numa jaula demasiado pequena e tinha uma ferida infetada no nariz. Baloo era o que estava em piores condições: tinha uma coleira cravada na carne, porque nunca tinha sido trocada à medida que crescia. O urso teve de ser submetido a uma intervenção cirúrgica.

Foram levados para um abrigo e os três quase nunca se separaram. Na verdade, estiveram separados durante um curto espaço de tempo, quando Baloo teve de ser operado. Leo e Shere Khan ficaram tão stressados com a separação que quase ficaram doentes.

Os três “irmãos”, como são conhecidos, passam os dias a brincar, a comer e a dormer. Sempre juntos. Os tratadores dizem que o tempo não lhes alterou a dinâmica “familiar” e que cada um deles está ligado aos outros dois da mesma forma intensa.