Documentos históricos da Universidade Nacional Mayor de San Marcos, reconhecida como a mais antiga da América, salvaram-se, esta quarta-feira, de um incêndio que deflagrou na zona do Colégio Real, um edifício antigo situado no centro histórico da capital peruana, Lima.

A reitoria da universidade informou, em comunicado, que o fogo afetou o departamento de comissões de inventário de bens históricos, mas descartou a ocorrência de danos no arquivo histórico.

«Não foram registados danos no depósito de documentos históricos», sublinha a nota oficial da universidade peruana.

No portal da Internet da San Marcos assinala-se que o arquivo histórico no Colégio Real preserva nos depósitos e salas «mais de 25 mil documentos de diversos tipos, desde 1551 até ao século XX».

San Marcos foi criada a 12 de maio de 1551 e é a única das universidades fundadas durante o século XVI na América em funcionamento sem interrupções até aos dias de hoje.