Um avião da American Airlines, que partiu de Seul com destino a Dallas (EUA), fez, esta madrugada, uma aterragem de emergência em Tóquio devido a graves turbulências, que provocaram ferimentos ligeiros em 12 passageiros, informaram as autoridades japonesas.

O voo 280 da companhia aérea norte-americana descolou na noite de terça-feira do aeroporto de Incheon, da capital sul-coreana, e foi obrigado a mudar de trajetória quando sobrevoava o Oceano Pacífico percorrendo a zona central do arquipélago japonês, disse um porta-voz do Ministério dos Transportes do Japão à agência Efe.

Pelas 20:00 locais (11:00 em Lisboa), o piloto do Boeing 777 notificou os controladores aéreos do aeroporto de Narita, em Tóquio, que estavam a atravessar «turbulências intensas» quando se encontravam a uma altura de 8.000 pés, segundo a mesma fonte.

O advogado e presidente do Conselho Judeu Democrata, Marc Stanley, que apoiou Obama nas eleições presidenciais, viajava naquele voo e conseguiu filmar o período conturbado de turbulência. O vídeo foi divulgado pela FOX 4 News e mostra o nervosismo vivido a bordo.



O avião, que transportava 240 passageiros e 15 tripulantes, aterrou em Narita pouco antes da 01:00 (17:00 de terça-feira em Lisboa).

Pelo menos uma dezena de passageiros, todos de nacionalidade norte-americana ou sul-coreana, tiveram que receber assistência médica após o desembarque devido a ferimentos como golpes ou fraturas.