A polícia da República Checa deteve, na quinta-feira, um homem que tentou furar a escolta policial da chanceler da Alemanha, Angela Merkel, durante a visita a Praga, capital do país.

O suspeito encontrava-se num Mercedes preto e “tentou juntar-se à escolta durante a viagem entre o aeroporto de Praga e a zona governamental da cidade”, tal como confirmou o porta-voz da polícia local, Jozef Bocan.

O porta-voz disse, também, que o homem está sob custódia policial e que Merkel “não esteve em perigo”.

Enquanto tentava juntar-se à escolta, tentou atropelar alguns agentes que estavam na berma da estrada”, referiu Bocan, acrescentando que os polícias em questão tiveram de usar armas de fogo para ameaçar e, posteriormente, imobilizar o suspeito.

Angela Merkel deslocou-se a Praga para se reunir com o primeiro-ministro checo, Bohuslav Sobotka, e o Presidente, Milos Zeman. O encontro teve como principal tema o futuro da União Europeia depois do Reino Unido ter escolhido abandonar a comunidade.

Várias centenas de manifestantes, incluindo membros de grupos anti-islâmicos, protestaram no centro de Praga contra Angela Merkel e a decisão da UE em abrir as portas dos países-membros aos refugiados e migrantes.