Mais de 20 edifícios foram evacuados em Moscovo, nesta quarta-feira, devido a inúmeras ameaças de bomba, feitas telefonicamente, noticia a Reuters, que cita a agência noticiosa russa RIA.

Milhares de pessoas terão sido obrigadas a abandonar os edifícios ameaçados, incluindo três das principais estações de comboio e os conhecidos grandes armazéns GUM, junto à Praça Vermelha.

Várias equipas de minas e armadilhas estão, neste momento, a realizar trabalhos de verificação.

Esta está a ser uma semana difícil para as autoridades russas, com mais de 20 cidades afetadas por ameaças anónimas que, até agora, se revelaram falsas.

De acordo com a RIA, que cita fonte policial, muitas das chamadas foram feitas da Ucrânia.