Começam a ser conhecidas algumas histórias com final feliz depois do sismo que abalou o centro de Itália esta madrugada. Histórias de medo, de uma noite passada na rua à espera das réplicas e de gente desesperada, embrulhada em toalhas e lençóis, a sair de casa à procura de ajuda.

Em Arquata del Tronto, na província de Ascoli Piceno, dois irmãos, de quatro e sete anos, acabaram por ser resgatados com vida dos escombros depois de terem sido salvos pela avó, com quem passavam férias, que se escondeu com eles debaixo da cama.

Segundo a imprensa italiana, a senhora estará ainda entre os escombros mas está a responder às autoridades.

Imagens gravadas em Amatrice mostram uma criança retirada dos escombros e trazida ao colo pelas equipas de resgate para receber os primeiros tratamentos médicos.

Outro testemunho é o de Marco, varredor de rua, que sobreviveu ao colapso da sua casa em Via Costanzo Angelini.

Fui salvo por um milagre, porque eu tinha acabado de acordar para ir trabalhar. Tinha acabado de sair da cama e, num instante, tudo desabou”, conta. “Lembro-me que o terramoto de Áquila durou mais tempo, este, num momento, destruiu tudo”.

Neste vídeo, um rapaz é retirado com vida dos escombros:

O padre Fabio, de luvas, ajuda as autoridades nos trabalhos de remoção dos escombros e procura pelos corpos. À CorriereTv, conta como já benzeu sete corpos encontrados.

Há ainda aqueles que, apenas por mero acaso, não estavam lá, em Amatrice, esta madrugada. É o caso de Rosanna, de Roma, que escolheu Amatrice para passar um dia com os amigos longe do calor da cidade.

Ontem passei um dia lindo com os meus amigos: ar fresco, bom almoço, e à tarde num jardim, aproveitando o sol… Muitas dessas pessoas estavam sob os escombros. Os meus amigos insistiram em ficar a dormir e terminar ali o dia, mas eu tinha que fazer e voltei a Roma”, explicou. “Os meus amigos estão bem, felizmente, ouvi-os por telefone: passaram a noite no carro, mas estão salvos”.

Não houve danos na Basilica di Francesco a Assisi mas, conforme indicado na conta de Twitter, viveram-se momentos de medo entre os frades de Assis. Durante a missa da manhã, lembraram-se as vítimas do terramoto e houve uma oração por todos aqueles que viveram momentos de tristeza e desespero.