Jorge Alberto Vega é um jovem mexicano de 27 anos que tentou alugar um apartamento mobilado no bairro de Iztapalapa, na Cidade do México, e teve uma desagradável surpresa. Tinha tudo para ser um bom negócio: o apartamento estava mobilado, tinha um preço apetecível e era relativamente bem localizado. Mas, quando Jorge visitou o apartamento, para conferir os últimos detalhes antes de assinar contrato, descobriu um cadáver debaixo da cama.

De acordo com o portal de notícias mexicano «La Policiaca», o jovem lembrou-se, por acaso, de espreitar debaixo da cama e viu um volume embrulhado num saco preto. Resolveu mexer no saco, para ver o que estava dentro e descobriu o cadáver de uma mulher, que as autoridades acreditam estar morta há mais de um ano.

Jorge não alugou o apartamento e foi arrolado como testemunha no processo que as autoridades abriram para tentar deslindar o caso.