O Papa Francisco afirmou esta quinta-feira em Roma que a «proeminência da ganância» do mercado capitalista está a reduzir os alimentos a simples mercadorias, sujeitas à especulação financeira.

Discursando na segunda Conferência Internacional sobre Nutrição organizada pela FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura, em inglês) e OMS (Organização Mundial de Saúde), que decorre em Roma até dia 21 novembro, Francisco defendeu o reforço dos apoios aos mais pobres, retirando o peso da especulação ao comércio dos alimentos.

«Dói constatar que a luta contra a fome e a desnutrição é dificultada pela prioridade do mercado e pela proeminência da ganância, que reduziram os alimentos a uma mercadoria qualquer, sujeita à especulação, inclusive financeira», afirmou o líder da Igreja Católica.