O acordo nuclear alcançado com as potências mundiais não vai mudar a postura do Irão relativamente aos “arrogantes” Estados Unidos nem a política de apoio aos seus “amigos” na região, declarou este sábado o guia supremo iraniano.

As declarações do ayatollah Ali Khamenei foram recebidas com gritos “Morte à América” durante uma cerimónia em Teerão que assinalou o fim do mês de jejum e abstinência do Ramadão, ao serem transmitidas em direto pela televisão estatal.

“A República do Irão não vai renunciar ao apoio aos seus amigos na região, aos povos oprimidos da Palestina, do Iémen, aos povos e governos sírio e iraquiano, ao povo oprimido do Bahrein e aos combatentes sinceros da resistência no Líbano e na Palestina”, sublinhou o líder iraniano.