O guia supremo iraniano, o ayatollah Ali Khamenei, afirmou, esta quarta-feira, que Israel «está condenado a desaparecer», num discurso perante 50 mil milicianos islamitas concentrados em Teerão.

«Os fundamentos do regime sionista estão fortemente enfraquecidos e está condenado ao desaparecimento. Nenhum fenómeno imposto pela força pode durar», declarou Khamenei, cujo discurso foi transmitido em direto pela televisão estatal.

O Irão não reconhece o Estado de Israel e apoia movimentos armados que lutam contra os israelitas.