Quando o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, chegou a Berlin esta segunda-feira para se reunir com Angela Merkel não tinha apenas uma cerimónia oficial à sua espera. Junto à chancelaria uma grupo de manifestantes decidiu mostrar o seu apoio ao governo grego, e convencer Tsipras que os alemães não odeiam o povo helénico, pelo contrário.

                    


Os manifestantes tinham vários cartazes onde se lia «A Alemanha ama a Grécia» e numa parede junto ao protesto estava até escrito o nome do ministro das Finanças, seguido de um desenho de um coração.

                    

O partido de esquerda alemão Die Linke também se juntou ao protesto.
Pode ver mais fotografias na galeria associada.