"Podem culpá-lo pelo mau gosto em camisas, mas não podem acusá-lo de roubar dinheiro ao povo grego". A frase é de Alexis Tsipras no Parlamento grego, esta sexta-feira, e refere-se a Yanis Varoufakis, ex-ministro das Finanças grego. Tudo por causa da escolha de indumentária de Varoufakis para se apresentar no Parlamento helénico.

Em tons de rosa e vermelho e com diferentes tipos de estampado, a camisa de Varoufakis rapidamente se tornou o centro das atenções e alvo de piadas um pouco por todo o lado na Internet.
 
A onda de brincadeira surge ao mesmo tempo que o ex-ministro é acusado de ter criado um plano que implicaria a criação de uma economia à margem do euro, no caso da saída da Grécia da moeda única. No entanto, o primeiro-ministro grego defendeu-o no Parlamento, sublinhando que Varoufakis pode ser acusado de muitas coisas, mas nunca de ter roubado dinheiro aos cidadãos ou de ter desenhado um plano para levar a Grécia para o precipício.

“Varoufakis pode ter cometido erros, todos cometemos. Podem acusá-lo pelo seu plano político, pelas suas declarações, pelo seu mau gosto em camisas, pelas suas férias em Aegina. Mas não podem acusá-lo de roubar dinheiro ao povo grego ou de ter um plano escondido para levar a Grécia para o precipício", afirmou Tsipras no Parlamento.