posição do Eurogrupo continua a mesmamas sempre depois de o país se ter mostrado como «um parceiro credível»

programas de ajustamento funcionam«confiança» entre países ajudados e credores



UE demonstrou a sua solidariedade com países em dificuldades





«ninguém pode fazer aquilo que quer», e a política monetária de cada estado membro é do interesse de todos



Yannis Varoufakis, diz-se «confiante»mostra já alguns sinais de “flexibilidade”

«O pedido será escrito de forma a satisfazer, tanto o lado grego, como o presidente do Eurogrupo. (…) Se continuarmos assim amanhã [quinta-feira] teremos uma boa conclusão a nível técnico…e sexta, através de uma teleconferência, teremos a aprovação da posição grega». 




o acesso dos bancos gregos ao mecanismo de empréstimos de emergência