O ex-primeiro-ministro grego Alexis Tsipras, cujo partido Syriza venceu as legislativas antecipadas, advertiu hoje que, após a vitória, "abre-se o caminho do trabalho e das lutas".

"Perante nós, abre-se o caminho do trabalho e das lutas", escreveu na rede social Twitter, menos de uma hora depois do principal rival, o líder do partido conservador Nova Democracia, Vangelis Meimarakis, ter reconhecido a derrota.

 

De acordo com os resultados oficiais parciais, contados 61% dos boletins de voto, o Syriza conseguiu 145 dos 300 lugares do parlamento grego, e terá uma maioria absoluta de 155 com o apoio dos Gregos Independentes.
 

Syriza e Gregos Independentes vão repetir coligação


Pouco tempo após a vitória a televisão pública grega ERT, informou que o líder do partido de esquerda Syriza, Alexis Tsipras, vai repetir a coligação com os nacionalistas Gregos Independentes, caso se confirmem os resultados eleitorais.

Ao fim da noite, Alexis Tsipras anunciou que se ia aliar novamente com o partido nacionalista dos Gregos Independentes (Anel) de Panos Kammenos, para formar um governo de coligação.

"Vamos unir as nossas forças (...) vamos continuar juntos", afirmou Alexis Tsipras, num discurso perante os apoiantes do Syriza, reunidos numa praça no centro de Atenas, antes de Kammenos subir à tribuna.

O líder dos Gregos Independentes afirmou que na segunda-feira ia "proceder, com o primeiro-ministro Alexis Tsipras, à formação de um Governo (de coligação) para fazer sair a Grécia da recessão e do desemprego".
 

"A Grécia vai conhecer um período de estabilidade com uma maioria sólida"


O Presidente francês considerou hoje a vitória do partido de esquerda Syriza, nas legislativas antecipadas gregas, "um êxito importante para o Syriza e para [Alexis] Tsipras" e "uma mensagem importante para a esquerda europeia".

"A Grécia vai conhecer um período de estabilidade com uma maioria sólida", disse François Hollande em conferência de imprensa, em Tânger (Marrocos).


Hollande acrescentou que se deslocará a Atenas "sem dúvida nas próximas semanas".
 

Presidente do Eurogrupo pede rápida formação de Governo


Entretanto, o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, também já felicitou o líder do Syriza, Alexis Tsipras, pela vitória nas eleições gregas e pediu a rápida formação de um Governo para "continuar o processo de reformas" na Grécia.

"Felicito Alexis Tsipras e o Syriza", disse Dijsselbloem, num breve comunicado, no qual garantiu estar "preparado para trabalhar estreitamente com as autoridades gregas e para continuar a acompanhar a Grécia nos seus ambiciosos esforços reformistas".

"Quero ver agora a rápida formação de um novo governo com um forte mandato para continuar o processo de reformas na Grécia", realçou o também ministro das Finanças da Holanda.

"Gregos sabem quem querem"


O líder do partido de esquerda espanhol Podemos, Pablo Iglesias, felicitou hoje, através da conta na rede social Twitter, Alexis Tsipras pela vitória nas eleições antecipadas na Grécia.

 
"Os gregos disseram bem claro quem querem como primeiro-ministro. Felicidades, Tsipras. Força Amigo", escreveu Pablo Iglesias, ao conhecer os primeiros resultados e após uma intervenção, esta noite, num comício para as eleições na Catalunha (nordeste de Espanha), em Blanes (Girona), de apoio à lista "Catalunya Sí que es Pot".

O "número dois" do Podemos, Iñigo Errejón, também em ações de campanha na Catalunha, felicitou igualmente Tsipras.

Leia também:


​Vitória do Syriza pode ser estímulo para Portugal
​"Felizmente o clima em Portugal é bastante diferente"
A condenação dos partidos que historicamente conduziram a Grécia "à catástrofe"
Vitória do Syriza "evitou pior cenário"
Costa prudente na reação à vitória do Syriza