Alexis Sebastien Fleury, um francês de 25 anos a cumprir pena de 18 meses numa cadeia do Reino Unido, viu a sua pena reduzida e deve sair na próxima semana.

Segundo o «Telegraph», Fleury foi detido em agosto de 2012, após uma colisão frontal que vitimou mortalmente o sexagenário David Crane.

A fatalidade aconteceu quando, após uma inversão de marcha, Fleury começou a conduzir no lado direito da estrada (o lado correto na França e na maior parte do mundo, mas que corresponde a contramão no Reino Unido).



O jovem, que estava de visita a Inglaterra para se encontrar com a namorada, decidiu apelar da sentença de 18 meses, alegando que, por não estar habituado a conduzir no lado esquerdo, não devia ser submetido à mesma legislação que um britânico. Apelo que os juízes do Tribunal Criminal de Londres atenderam.

«Sendo francês, habituado a conduzir à direita, ele continuou nesse lado após a inversão de marcha», disse o juiz Justice Irwin.

«A inversão foi feita de noite e, por momentos ou minutos, esqueceu-se que não estava em França. A culpa atribuída a um britânico nas mesmas circunstâncias seria maior, mas para alguém que vem da França a sentença deve ser reduzida», continuou o juiz.

A pena foi reduzida para metade, nove meses, e dado o tempo já cumprido, o arguido vai ser libertado na próxima semana.