O Governo norte-americano vinculou hoje à Al-Qaeda na Península Arábica as ameaças feitas quinta-feira sobre possíveis ataques terroristas com explosivos escondidos em sapatos em voos internacionais com destino aos Estados Unidos, revelaram fontes oficiais à CNN.

Esta ameaça «credível» obrigou já Washington a pedir às companhias aéreas que reforcem os controlos de segurança e estará ligada ao terrorista Ibrahim Hassan Tali al Asiri, que os Estados Unidos consideram agente e fabricante de bombas para a Al-Qaida na Península Arábica.

O Departamento de Segurança Nacional confirmou o alerta em comunicado e vincolou a nota na informação que partilha no interior e exterior do país sobre possíveis ameaças para garantir a segurança pública.

Voos: EUA lançam alerta para explosivos em sapatos