Esta madrugada deflagrou mais um incêndio num futuro abrigo para refugiados em Nauen, a 15 quilómetros de Berlim, na Alemanha. Autoridades acreditam que foi fogo posto, escreve a BBC.

As chamas que tomaram por completo o ginásio que ia acolher 100 refugiados já no início de setembro, apenas provocaram danos materiais e, felizmente, não há feridos a registar.

Nos últimos dias, incêndios suspeitos, em edifícios que iriam servir como centro de acolhimento para refugiados, na Alemanha, fizeram renascer o alarme da xenofobia no país. 

Além dos incêndios suspeitos, houve também confrontos violentos entre a polícia e manifestantes neonazis, que culminaram em dezenas de feridos.

Estes episódios de cariz xenófobo levaram a chanceler Angela Merkel a “condenar” os incidentes, que considerou “repugnantes”.

Até ao final do ano, a Alemanha deverá receber no seu território 800 mil refugiados.

Na semana passada foram avançados números oficiais que revelaram que os crimes xenófobos aumentaram quase 40% no leste da Alemanha em 2014.