Na Alemanha, um homem recebeu um pedido de desculpas formal da polícia depois das autoridades o terem multado por estar a andar de bicicleta só com um braço, relata o «Independent». Isto porque Bogdon Ionescu só tem, efetivamente, um braço.

Ionescu, que trabalha na bilheteira de um teatro em Colónia, utiliza uma bicicleta adaptada que lhe permite acionar os dois travões - um deles é usado com o pé.

Mas a 25 de março foi mandado parar pela polícia por alegadamente estar a infringir a lei. Segundo o agente, as bicicletas teriam de ter dois travões no lugar para as mãos e, por isso, Ionescu foi multado em 25 euros.

O incidente foi depois investigado pelo jornal local «Kölner Stadt-Anzeiger» que descobriu que as modificações à bicicleta estavam dentro da legalidade.

A polícia concordou em reembolsar Ionescu mas não em 25 euros. Os agentes alegaram que a multa em causa era o conjunto de duas infrações: cinco euros da multa tinha sido pelo travão «em falta» e os outros 20 pela ausência de uma luz.

Mas Ionescu garantia que tinha as duas luzes em bom estado e não se deixou ficar por aqui.

Esta segunda-feira , o incidente foi notícia nos órgãos de comunicação nacionais da Alemanha e em publicações holandesas que se mostraram solidárias com o ciclista.

Um dia depois, a polícia garantiu ao mesmo jornal que tinha começado a investigação do caso que enviou um pedido de desculpas formal a Ionescu e que o reembolsou na totalidade.

Depois de a situação se ter arrastado durante semanas, Ionescu mostrou-se feliz com o desfecho e confessou que se sentiu alvo de discriminação durante todo o processo.