Os requerentes de asilo, recém-chegados à Alemanha, especialmente os jovens que estão sozinhos, interessam aos fundamentalistas muçulmanos que os tentam recrutar, disseram os serviços de informações alemães, citados pela agência noticiosa alemã DPA.

"Os salafistas procuram abordar os jovens refugiados não acompanhados, que chegam ao nosso país sem família e que procuram apoio", explicou na quinta-feira um porta-voz dos serviços de informações da Baviera (sul) à DPA.

De acordo com esta fonte, as tentativas de contacto acontecem principalmente nas imediações dos centros de acolhimento, mas também, de forma mais isolada, perto da estação ferroviária de Munique, à qual chegaram milhares de refugiados nos últimos dias.