Três homens foram detidos, no sábado à noite, em Colónia, na Alemanha, depois de um voo da EasyJet ter aterrado de emergência naquela cidade. O aparelho tinha descolado de Ljubljana, na Eslovénia, e tinha como destino Londres, no Reino Unido.

Tratam-se de três britânicos, de 31, 38 e 48 anos, adianta a agência Associated Press, neste domingo, que cita o porta-voz da polícia alemã. A imprensa alemã acrescenta que são funcionários da mesma empresa em Londres.

Christoph Gilles indicou, ainda, que está a decorrer uma investigação para apurar se estaria a ser preparado um ataque, mas também admitiu que pode haver uma "explicação inocente" para a conversa entre os três homens.

De acordo com um comunicado emitido ontem pela polícia alemã, o aparelho aterrou em Colónia, depois de alguns passageiros terem alertado a tripulação para conversas com "conteúdo terrorista” por parte dos três indivíduos, como a referência à palavra "bomba".

A agência Reuters adianta que a polícia alemã evacuou o Airbus 319, levou a cabo todas as verificações de segurança e questionou os passageiros. Viajavam no voo da EasyJet 151 pessoas.

Por causa deste incidente, outros seis voos tiveram de ser desviados para outros locais, avança o aeroporto de Colónia. O tráfego aéreo foi afetado durante várias horas.

A polícia apreendeu uma mochila que pertencia a um dos homens detidos e procedeu a uma explosão controlada da mesma. A Associated Press acrescenta que não foram encontrados explosivos na mochila.

De acordo com o jornal Bild, que cita um porta-voz da polícia federal, o piloto resolveu fazer a aterragem de emergência, depois de passageiros terem reportado à tripulação terem ouvido conversas sobre uma “bomba” e “explosivos”.