O Governo alemão diz não ter razões para desconfiar do envolvimento de terceiros na queda do avião da GermanWings, que esta terça-feira causou a morte de todos os 150 passageiros e tripulação.
 
Segundo a agência Reuters, o ministro do interior diz que não há provas que apontem para a hipótese de sabotagem, ainda que admita que as investigações vão analisar todos os ângulos possíveis.
 
«Não há provas que terceiros estejam envolvidos nas causas do acidente», disse Thomas de Maiziere.
 
Também fonte da Casa Branca disse, esta terça-feira, que para já não existem indicações de que o acidente tenha «uma ligação ao terrorismo».

Um Airbus A320 da Germanwings despenhou-se, esta terça-feira, nos Alpes franceses. Todos os 144 passageiros, dois pilotos e quatro membros da equipa de voo morreram. Entre os passageiros estavam dois bebés e 16 estudantes que regressavam a Dusseldorf, na Alemanha, provenientes de um intercâmbio escolar em Barcelona.