O autor do atentado na estação de metro Parsons Green, em Londres, o iraquiano Ahmed Hassan, de 18 anos, foi condenado a prisão perpétua, ficando impedido de sair em liberdade condicional durante os próximos 34 anos.

O iraquiano já tinha sido considerado culpado a 16 de março por tentativa de homicídio pelo tribunal penal de Old Bailey.

Trinta pessoas ficaram feridas devido à explosão de um engenho artesanal ocorrida no interior de um comboio do metropolitano de Londres, na estação de Parsons Green, na linha District, num atentado reivindicado pelos ‘jihadistas’ do EI, num comunicado divulgado pela Amaq, o seu órgão de propaganda.

O ataque bombista, ocorrido em 15 de setembro último às 08:20 (locais e de Lisboa), hora de ponta, pretendia causar graves danos, disse a primeira-ministra nas primeiras declarações emitidas após o atentado, o quinto perpetrado em seis meses no Reino Unido.