A vida em El Salvador poderá ser inviável daqui a 80 anos devido à crise hídrica, que recentemente levou o governo a declarar o estado de emergência nacional, conclui um estudo realizado pelo Instituto de Defesa dos Direitos Humanos (PDDH) divulgado esta quarta-feira.

De acordo com as análises científicas realizadas por diferentes organizações internacionais analisadas neste estudo, se seguirmos esta lógica de deterioração e degradação dos ativos de água em El Salvador, em 80 anos a vida será inviável no país", disse David Morales do PDDH.

O provedor de Justiça de El Salvador disse que o estudo dá conta de que, em 80 anos, "a disponibilidade per capita de água" será reduzida em 83% no país, onde cerca de 600.000 famílias em áreas rurais já não têm acesso a água potável.