Um grupo de raparigas embriagadas agrediu um sem-abrigo, domingo à noite, no centro da cidade de Cardiff, no Reino Unido, depois de ele lhes ter pedido uns trocos. Na resposta, as jovens viraram-se para ele e gritaram: «Vê se arranjas um c****** de um emprego», mas não ficaram por aí.

As raparigas arrastaram o homem para o chão e começaram a dar-lhe murros e pontapés no rosto e no corpo. À medida que o sem-abrigo gritava de dor, uma jovem com cabelo louro comprido pontapeou-o na cara, enquanto outras lhe puxaram as calças e as cuecas para baixo.

De acordo com o «Daily Mail», o mais chocante é que as agressoras não eram delinquentes comuns, mas sim estudantes universitárias vestidas para uma «festa tropical brasileira». As raparigas participavam de uma ronda a um conjunto de bares intitulada Carnage UK. Um repórter do «Daily Mail» presenciou o ataque ao sem-abrigo quando eram 22:00 e as estudantes saíam do segundo de seis bares agendados.

A vítima escapou com o nariz a sangrar, mas as imagens «apavorantes», escreve o «Daily Mail», vão alimentar a polémica em torno da tradição do Carnage, que atraiu uma reputação de consumo irresponsável de álcool e comportamento antissocial desde que começou em 2004.

Todos os anos, centenas de milhares de estudantes universitários participam nestes eventos em 50 cidades. Em Cardiff, onde 42 mil estudantes compõem 20 por cento da população, os foliões provêm de universidades de todo o sul do País de Gales. Alguns até admitem não serem de todo estudantes, mas compram t-shirts da faculdade para se fazerem passar por tal.