Engenheiros que instalaram cabos elétricos no Mar da Irlanda encontraram um submarino alemão da Primeira Guerra Mundial que desapareceu há quase 100 anos e que, segundo uma lenda, foi afundado por um monstro marinho.

De acordo com a BBC World, imagens de uma sonda revelam os destroços de um submarino que data do início de 1910, praticamente intacto perto da cidade costeira escocesa de Stranraer.

Com base em registos oficiais, alguns especialistas acreditam que se trata do UB-85, o submarino afundado em 1918 por um navio da Marinha Real britânica chamado HMS Coreopsis. Mas uma lenda naval sugere que um monstro do mar poderá ter atacado o submarino.

Diz-se que o capitão Krech, comandante do submarino, falou de um monstro “com grandes olhos encovados e dentes com um brilho que podia ser visto à luz da Lua." O comandante terá afirmado também que o submarino ficou tão danificado depois da batalha contra o "monstro" que não conseguiu submergir outra vez. O HMS Coreopsis tinha encontrado o UB-85, com os seus 45 metros de comprimento, a flutuar à superfície.

Innes McCartney, arqueólogo náutico e historiador que ajudou a identificar os destroços do submarino, acredita que a recente descoberta poderá ajudar a resolver o mistério em torno do UB-85.

"Sabe-se que há pelo menos 12 submarinos britânicos e alemães que afundaram nas águas do Mar da Irlanda. Potencialmente poderiam ser destroços de outros, cuja área exata em que se afundaram ainda é um mistério", disse McCartney, confirmando que as características do submarino agora encontrado (que se manteve praticamente intacto) correspondem às de um submarino alemão tipo UBIII.