"Concordámos que não iriam haver aumentos nas propinas universitárias, em 2016. Houve um conjunto de assuntos que foram discutidos na reunião que precisam de ser adereçados, a longo prazo - incluindo educação sem custos, autonomia institucional e racismo".