Nelson Mandela mantém-se em «estado estável mas crítico», indicou hoje a presidência da África do Sul, na primeira declaração desde o regresso do antigo presidente sul-africano a casa, após uma hospitalização de quase três meses.

«O estado de saúde do antigo presidente mantém-se mais ou menos o mesmo que quando o Presidente [Jacob] Zuma o visitou pela última vez, ou seja, estável mais crítico, e Madiba continua a reagir ao tratamento», afirmou fonte da presidência em comunicado, chamando a Mandela o seu nome de clã, afetuosamente adotado pela maioria dos sul-africanos.

O comunicado foi divulgado após uma visita do Presidente Zuma ao herói da luta anti-apartheid na segunda-feira de manhã, rompendo mais de dois meses de silêncio sobre o antigo presidente, com 95 anos.