Um elefante foi morto por caçadores furtivos no parque Kruger, no norte da África do Sul, o primeiro caso em mais de dez anos, anunciou hoje a SANParks, a agência governamental para os parques sul-africanos.

Uma carcaça em decomposição foi encontrada na quinta-feira na região de Pafuri, no norte do parque, na proximidade da fronteira de Moçambique e do Zimbabué.

Até aqui, os elefantes tinham sido poupados pelos caçadores furtivos no Kruger, que escolhiam caçar os rinocerontes locais.