As autoridades de segurança sul-africanas evacuaram hoje os dois principais centros comerciais em Joanesburgo devido a uma ameaça de bomba.

O centro comercial Nelson Mandela Square, em Sandton, norte de Joanesburgo, confirmou pela rede social Twitter ter sido alvo do primeiro incidente no final da manhã.

"O Nelson Mandela Square confirma que uma das lojas recebeu hoje, 29 de agosto, uma ameaça de bomba pelas 11h10; como medida de precaução foi feita uma evacuação parcial da área", disse a administração do centro na rede social.

"O Nelson Mandela Square, juntamente com a Polícia Sul-Africana (SAPS, na sigla em inglês), a unidade de minas e armadilhas e os serviços de emergência, inspecionaram a área e confirmaram que não existe qualquer ameaça no local. O centro está a operar na normalidade", adiantou.

Contactado pela Lusa, o empresário lusodescendente Charles de Olim, proprietário do restaurante "Pappas", no primeiro piso do centro comercial Nelson Mandela Square, com varanda para a estátua de dois metros em bronze do líder histórico sul-africano, disse que a evacuação começou por volta das 11:30 (10:30 em Lisboa) e abrangeu por completo o primeiro andar do edifício, onde se situa o Banco BidVest que foi o alvo da ameaça de bomba.

"O gestor do centro, Paul Dibate, disse-nos que o Banco BidVest recebeu uma ameaça de bomba de manhã e procederam imediatamente à evacuação de todo este primeiro piso para que a polícia pudesse inspecionar o local", explicou.

"Tinha a sala cheia com clientes a almoçar quando fomos obrigados a evacuar toda a gente para o largo Nelson Mandela", disse o empresário português de descendência madeirense.

"Ficámos ali no largo por uma hora. Tudo correu calmamente e sem pânico mas vai afetar o comércio para o resto do dia", contou à Lusa Charles de Olim.

O "Pappas On the Square", fundado em 1987, é um restaurante conceituado e premiado no afluente bairro de Sandton, norte de Joanesburgo, sede da bolsa de valores e de várias multinacionais a operar em África.

O centro comercial Nelson Mandela é adjacente ao centro de convenções de Sandton, que acolheu recentemente a cimeira de chefes de Estado e de Governo dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

O incidente em Sandton teve lugar horas antes de uma segunda ameaça de bomba que obrigou a uma evacuação de maior escala no centro comercial Mall of Africa, em Midrand, norte de Sandton entre Joanesburgo e Pretória, que esteve encerrado ao público até cerca das 18:00 locais (17:00 de Lisboa), disse à imprensa o porta-voz da polícia sul-africana Lungelo Dlamini.

"A polícia inspecionou o local e não encontrou fosse o que fosse", afirmou o porta-voz policial.

Na semana passada, o centro comercial Southgate Mall, noroeste de Joanesburgo, foi também evacuado devido a um engenho suspeito. A polícia disse mais tarde que não se tratava de um engenho explosivo.

Vários engenhos, de aparência artesanal, têm sido encontrados junto a mesquitas na cidade litoral de Durban, desde o início do ano.