Uma adolescente foi atacada quando tentou beijar um leão em cativeiro, atavés das grades de um parque de vida selvagem na África do Sul. Lauren Fagen, de Montreal, sofreu ferimentos graves, quando o leão o arrastou pelos pés e pernas para dentro da jaula, no Moholoholo Wildlife Rehabilitation Centre.

A jovem de 18 anos está a recuperar no hospital, de acordo com a Sky News, e reconhece que tem muita sorte em estar vivo. «Não sabia que ele podia enfiar as patas completamente por entre as grades. Eu poderia ter morrido ou perdido uma perna», disse a jovem.

A jovem é voluntária nesse mesmo centro de vida selvagem, onde começou a trabalhar há um mês. Trabalha na limpeza das jaulas do leão e na alimentação dos animais.