O líder da Renamo, principal partido da oposição em Moçambique, Afonso Dhlakama, disse, em entrevista divulgada eta quarta-feira, que vai assinar com o presidente moçambicano, Filipe Nyusi, o acordo para uma paz definitiva no país, entre outubro e novembro.

Este é o terceiro acordo que vou assinar. Será em outubro ou novembro, o mais tardar no princípio de novembro", afirmou Afonso Dhlakama, em entrevista ao jornal Canal de Moçambique.

O presidente da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo) declarou que o partido está a negociar com cautela com o Governo moçambicano, para evitar um novo falhanço, depois do que aconteceu com os anteriores entendimentos entre as partes.