O número de vítimas da explosão de terça-feira em Cabul, no Afeganistão, subiu para 64 mortos e 347 feridos, de acordo com o ministro do Interior afegão, citado nesta quarta-feira pela agência Reuters.

O último balanço dava conta de 28 mortos e 327 feridos.

Segundo as novas informações, a maior parte das vítimas do ataque eram civis.  

O ataque suicida, reivindicado pelos talibãs, ocorreu em plena hora de ponta, num bairro densamente povoado, próximo de vários complexos militares.

Este é já o atentado mais mortífero na capital afegã desde 2011.