Um ataque armado fez hoje pelo menos 14 mortos e 36 feridos em Cabul, entre peregrinos xiitas concentrados numa mesquita para celebrar a festa da Achura, uma das mais importantes do calendário xiita.

Segundo o Ministério do Interior afegão, 13 dos mortos no tiroteio eram civis, um deles uma criança, e o outro era um polícia, e há 19 mulheres entre os feridos.

O porta-voz do ministério, Sediq Sediqqi, citado pela agência de notícias francesa, AFP, garantiu que o atentado foi perpetrado por “um único atacante”, que lançou granadas antes de abrir fogo e de ser, por sua vez, abatido pelas forças de segurança.