Um menino de oito anos foi enforcado por talibãs na província de Helmand, no Afeganistão, informa a CNN.

O pai do rapaz é um polícia de Gereshk que se recusou a cumprir uma exigência dos insurgentes, que queriam um veículo policial.

Num comunicado, o presidente afegão, Hamid Karzai, condenou o incidente. «Esta acção não é permitida em nenhuma cultura ou religião», escreveu, acrescentando que as autoridades têm ordem para capturar os talibãs «o mais rapidamente possível».