As autoridades venezuelanas vão intensificar o combate ao narcotráfico e os controlos de prevenção e vigilância no Aeroporto Internacional Simón Bolívar (Aisb), o principal terminal aéreo da Venezuela, situado a norte de Caracas.

Segundo o diretor do Aisb, general Luís Gustavo Graterol Caraballo, 116 novos oficiais «vão ser distribuídos pelas áreas de "check-in" de passageiros dos terminais nacional e internacional e outros pontos estratégicos de segurança».

Em comunicado, o organismo precisa que estes oficiais deverão ainda «reduzir os tempos de vistoria de bagagem nos voos internacionais», sublinhando que a Guarda Nacional Bolivariana (polícia militar) «gravará toda a operação em terra, para deixar registo desde o "check-in" de um voo até ao fecho do porão da aeronave».