As autoridades irlandesas acreditam que o homem de 25 anos que morreu, este domingo, durante um voo que fazia a ligação entre Lisboa e Dublin era, afinal, brasileiro. Inicialmente os jornais indicaram que se tratava de um estudante português. O incidente ocorreu a bordo do voo EI 485 da Aer Lingus.
 
De acordo com a RTENews, o voo teve de ser desviado para o aeroporto de Cork, depois de declarada emergência médica. Um homem de 25 anos começou a ficar agitado, depois de cerca de uma hora de voo. Um outro passageiro tentou ajudá-lo, mas acabou por ser mordido pelo jovem.
 
Posto isto, o jovem acabou por ser preso pela tripulação, por motivos de segurança. Pouco depois, entrou em convulsões e acabou por morrer.
 
De acordo com os jornais irlandeses, não é claro o momento em que morreu, mas sabe-se que o óbito foi declarado a bordo.
 
As autoridades irlandesas pensavam que se tratava de um jovem português, que viajava sozinho, mas agora já acreditam que o homem é brasileiro. 
 
As autoridades estão a interrogar os 170 passageiros e a tripulação. O passageiro que ficou ferido durante o incidente a bordo foi conduzido ao hospital.
 
Os passageiros e a tripulação devem ser conduzidos de Cork para Dublin de autocarro.