Uma estátua de Hitler foi arrematada no domingo por 17,2 milhões de dólares (mais de 15 milhões de euros) num leilão em Nova Iorque, um recorde mundial para o artista italiano Maurizio Cattelan.

Segundo as expectativas, a estátua, de cera e resina, intitulada “Ele”, criada em 2001, devia ser arrematada pelo valor de entre 10 a 15 milhões de dólares no leilão da Christie’s.

"Ele" representa Hitler do tamanho de uma criança, de joelhos, com as mãos entrelaçadas, como se estivesse a rezar.

O anterior recorde de venda de uma obra de Maurizio Cattelan, de 55 anos, era de 7,9 milhões de dólares.

Exibida numa retrospetiva de Maurizio Cattelan no museu Guggenheim, em Nova Iorque, em 2012, esta estátua foi a principal obra de uma exposição temática intitulada "Bound to Fail" ("Destinado ao fracasso"), que reuniu 39 peças de arte moderna e contemporânea.