Uma mulher está a viver há mais de uma semana no terminal do aeroporto de Cancun, México, depois de chegar num voo proveniente dos Estados Unidos.

Marcela Mancera, de 45 anos, é mexicana, mas não regressou a casa. E a polícia não pode obrigá-la a deixar o aeroporto.

«Parece uma passageira normal, as pessoas não olham para ela, mas nós vemo-la o dia todo. Não somos médicos, mas ela deve ter algum problema», contou um funcionário de uma companhia aérea, citado pelo Yahoo.

A mulher tem sido vista a comer, a dormir e mesmo a lavar-se em diferentes espaços do aeroporto. Foi também vista a falar sozinha em inglês e espanhol.

As autoridades já tentaram sem sucesso localizar familiares de Marcela Mancera e nem com a própria conseguiram obter mais informações.