O governo venezuelano assumiu o controlo da produção de uma fábrica de papel higiénico em Manpa, no estado de Aragua.

As autoridades vão monitorizar e fiscalizar a produção do produto de modo a evitar a escassez desse bem essencial.

No início do ano, a Venezuela foi obrigada a importar milhões de rolos de papel higiénico.

A operação de ocupação temporária da fábrica pelo Estado foi autorizada pelo presidente Nicolas Maduro, que criou na semana passada uma comissão para resolver o problema, conta a BBC.