O artista russo Pyotr Pavlensky pregou, neste domingo, os testículos na calçada da Praça Vermelha, em Moscovo, Rússia, em protesto pela «indiferença» da sociedade contra o governo.

Completamente nu, o artista, que já anteriormente tinha sido notícia por cozer os lábios em defesa da detenção das Pussy Riot.

«Não é a arbitrariedade dos cargos públicos que priva a sociedade da sua capacidade de agir, mas sua fixação em derrotas e perdas que nos prega com cada vez mais força aos paralelepípedos do Kremlin, convertendo as pessoas em estátuas que aguardam, resignadas, seu destino», explicava o artista num manifesto.

O protesto, fotografado pela agência Reuters, durou cerca de meia hora. A polícia levou-o para um hospital psiquiátrico, onde estará a receber tratamento.