O ex-primeiro-ministro português António Guterres deixa esta quinta-feira o cargo de Alto-Comissário das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), substituído pelo diplomata italiano Filippo Grandi.

Grandi foi nomeado pelo secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, e liderou por quatro anos a agência da ONU que dá assistência aos refugiados palestinianos.

António Guterres fora eleito para o ACNUR em junho de 2005 e foi reeleito cinco anos depois para um segundo mandato, que terminava agora.

Recorde-se que em outubro o secretário-geral das Nações Unidas rejeitou o pedido de vários países para prolongar por mais um ano o mandato de António Guterres. No início deste ano, a assembleia-geral decidiu prolongar, excecionalmente, o mandato de António Guterres até 31 de dezembro.