Dois rapazes de oito anos morreram e três meninas estão no hospital depois de um carro se ter despistado e ter invadido uma sala de aula em Sidney, na Austrália. No Brasil, um camião desgovernado entrou por uma escola em Iguaba Grande, no Rio de Janeiro, provocando ferimentos em 17 crianças.

O primeiro caso aconteceu na cidade australiana de Sidney e as autoridades acreditam que se trata de um acidente e não de um ataque premeditado. Uma mulher de 52 anos, ao volante de um automóvel, despistou-se e partiu a parede de madeira numa escola, onde 24 crianças estavam a ter aulas. O carro entrou pela parede e só parou mesmo dentro da sala.

Apesar de terem ferimentos graves, três meninas, duas com oito e outra com nove anos, encontravam-se em condição estável, informa a agência Reuters. As outras 17 crianças e a professora ficaram com ferimentos ligeiros e foram assistidas no local.

A condutora do carro, que escapou ilesa, acabou por ser alvo de duas acusações de condução perigosa com morte associada.

É, obviamente, um acontecimento muito muito trágico”, afirmou um comissário da polícia, adiantando que as circunstâncias do acidente estão a ser investigadas.

Ao chegar ao local, as equipas médicas depararam-se com crianças e professores em pânico. “Foi um pandemónio”, descreveu um dos responsáveis pelos paramédicos. “Estavam a chorar, muito perturbados e alguns inconscientes”, acrescentou.

Foi uma situação “muito traumática, muito complexa”, afirmou um responsável dos bombeiros.

No Brasil, um camião desgovernado entrou por uma escola pública de Iguaba Grande, na segunda-feira de manhã.

De acordo com o portal G1, o veículo, carregado com tijolos, ficou sem travões e embateu num automóvel, antes de invadir duas salas de aulas onde estavam pelo menos 60 alunos, com idades entre os 11 e os 14 anos.

Dezassete crianças e o condutor do camião sofreram ferimentos ligeiros e foram atendidos no local. A pessoa que acompanhava o condutor ficou ferida com gravidade e está internada no Hospital Regional de Araruama.

Imagens de videovigilância do Colégio Municipal Deputado Cláudio Moacyr de Azevedo mostram os alunos do 7º ano a assistir à aula de Matemática, na segunda-feira de manhã, quando, de repente, olham assustados para a janela da sala e logo a seguir o momento em que o camião entra na sala.