Uma criança foi a única sobrevivente de uma colisão entre o automóvel onde seguia com os pais e as três irmãs e um comboio no passado domingo, nos Estados Unidos.

Heidi Miller, de quatro anos, ficou com alguns ferimentos e ossos partidos. Quando acordou no hospital, a menina terá perguntado pela mãe. Em declarações à cadeia de televisão CBS, fonte hospitalar afirmou que o acidente ainda não tinha sido explicado à criança.

O acidente que vitimou um casal e as restantes três filhas aconteceu na manhã de domingo, numa passagem de nível no Estado norte-americano do Colorado.

Christina e Steve Miller seguiam com as quatro filhas no automóvel, 
quando foram colhidos por um comboio

A carrinha monovolume onde seguia o casal Steve e Christina Miller com as quatro filhas (Abigail, de seis anos, Kathryn, de dois, and Ellianna, com oito meses e Heidi de quatro anos) foi colhida por um comboio proveniente de Chicago e com destino a Los Angeles. O casal e as três filhas Abigail, Kathryn e Ellianna não resistiram ao embate.

Entre os 286 passageiros do comboio não houve feridos ou vítimas mortais a registar.

As autoridades referem que o veículo estaria parado na ferrovia, ao que parece de forma intencional, mas as investigações prosseguem para apurar o que terá acontecido. Segundo a imprensa norte-americana, a família estaria a caminho da igreja.

Na internet, já foi criada uma petição para angariar fundos com vista ao pagamento dos serviços fúnebres da família Miller.