“Transportámos pessoas com ferimenntos ligeiros e muito graves, mas não há ninguém em estado crítico”, adiantou a porta-voz dos serviços de emergência, adiantando que os bombeiros procuram entre os destroços passageiros que possam ter ficado encarcerados.


“Um dos comboios parou por causa do sinal vermelho, quando o outro veio por trás e embateu na traseira do que estava parado”, disse um passageiro citado pela African News Agency.