Atualizado às 16:27

Pelo menos dez pessoas morreram e dezenas de outras ficaram feridas numa colisão envolvendo um autocarro escolar e um camião da FedEx, esta quinta-feira, numa autoestrada a 160 quilómetros de Sacramento, no estado norte-americano da Califórnia.

O acidente ocorreu cerca das 17:40 de quinta-feira (01:40 de sexta-feira em Lisboa) na autoestrada interestadual, no condado de Glenn e perto da cidade de Orlando, informou o porta-voz da patrulha de estradas do estado, Timothy Howath.

Entre as vítimas mortais encontram-se os dois condutores do autocarro escolar e do camião, cinco estudantes e três acompanhantes dos alunos.

Todos os jovens alunos, que participavam na excursão, eram oriundos de famílias com problemas financeiros. Iam visitar universidades, com os olhos postos no futuro. Estavam divididos por dois autocarros, mas que seguiam juntos na estrada quando se deu a tragédia.

Logo após a colisão os veículos incendiaram-se. Uma testemunha relatou ao canal de televisão KXTV que «estava tudo em chamas e ainda se ouviram várias explosões».

O camião da FedEx despistou-se, passou para a faixa contrária e embateu de frente no autocarro escolar. Os motivos do despiste ainda estão a ser investigados. Foi aberto um inquérito ao sinistro, mas a conclusão ainda pode demorar vários meses, escreve a CNN.

Além das dez vítimas mortais, 34 pessoas foram transportadas para hospitais locais.

Um dos jovens que seguia num dos autocarros partilhou nas redes sociais a sua experiência. «Estava a dormir e, de repente, tive de saltar pela minha vida», escreveu no Twitter. Ficou ferido numa perna, fez um corte na sobrancelha e ficou com alguns arranhões, contou mais tarde.

«Todas as minhas coisas arderam. Estou mais do que agradecido por estar vivo», concluiu assumindo que foi tudo muito «traumatizante».