O avião das Linhas Aéreas Turcas que ontem se despenhou junto ao Aeroporto de Amesterdão, na Holanda, já tinha registado duas avarias técnicas nos últimos dias, informam os meios de comunicação turcos, citados pelo «El Mundo».

O Boeing 737 registou no passado dia 18 de Fevereiro problemas com os dispositivos colocados atrás das asas, que mantêm a sustentabilidade dos aviões e que se revelam cruciais nos momentos de descolagem e aterragem.

O problema que os pilotos reportaram teria ficado resolvido após a intervenção técnica.

Esta segunda-feira, o aparelho teve que abortar uma descolagem porque o sistema de alarme «Master Caution» se iluminou, obrigando à intervenção dos técnicos. A avaria ficou resolvida no mesmo dia.

De acordo com o diário «Hurriyet», o avião voou sem problemas da Turquia para a Síria (Damasco)e regressou a Istambul às 5:57 (3:57 em Portugal), antes de partir para Amesterdão.

O acidente ocorreu às 9:30, hora portuguesa.

A companhia área e o governo turco estão a ser muito criticados pela forma como estão a gerir o pós acidente, de que resultaram nove mortos e 80 feridos.

Muito criticado tem sido o anúncio precipitado de que todos os ocupantes do aparelho teriam sobrevivido.